PLANO
INDIVIDUAL

Mensal

R$ 33,90

Anual com desconto

R$ 339,00

Economize 2 parcelas

Sem carência para emergências e atendimento de urgência

Plano
Empresarial

Mensal

R$ 24,90

A partir de 2 vidas

Possibilidade de isenção de carência. Inclui documentação Ortodôntica

Ligação gratuita
Fale com um consultor:

(11) 4003-3644

Nós ligamos para você


* Apenas para pessoa física

Coberturas

Coberturas

Emergências e Urgência

Tratamento de canal

Restauração

Extração de siso

Obturação

Limpeza

Cirurgias

Tratamento Ortodôntico

Documentação

Exames

RECEBER LIGAÇÃO
convênio dentário

convênio dentário

convênio dentário

Ter um convênio dentário traz muitos benefícios, saiba porquê

Nos dias de hoje, contratar um convênio dentário se tornou algo fundamental para as pessoas que se preocupam com a saúde bucal e não deixam de lado o cuidado ideal com a cavidade interna da boca. Em tal contexto, é necessário destacar que existem diversificadas opções de planos disponíveis para que o cliente consiga escolher o modelo que apresente o melhor custo-benefício.

Como foi concluído por uma pesquisa feita pelo Conselho Federal de Odontologia, existem 307 mil dentistas no Brasil, em que a média gira em torno de 676 brasileiros para cada profissional, sendo mais da metade localizada somente na região sudeste. Por mais que tenha um número muito grande de dentistas no Brasil, ainda existem muitas pessoas que acreditam ser desnecessário procurar por um especialista no tempo recomendado, ou seja, pelo menos duas vezes ao ano.

Isso ocorre devido ao preço das consultas e tratamentos em clínicas particulares pode ser bem elevado, portanto, o convênio dentário aparece como uma opção atraente financeiramente para o paciente.

Portanto, torna-se necessário destacar que há diversas vantagens para as pessoas que buscam contratar um convênio dentário, como os preços mais baixos que os consultórios particulares e a ampla cobertura de procedimentos. Com isso, é necessário pesquisar muito a respeito e selecionar o convênio que ofereça o melhor custo-benefício.

Convênio dentário e as modalidades

A ANS (Agência Nacional de Saúde) realizou uma pesquisa que mostrou que mais de 25 milhões de pessoas no país já contam com algum tipo de plano de saúde dental. Ainda de acordo a ANS, tal número pode saltar para 50 milhões nos próximos cinco anos. Isso indica, portanto, que as pessoas vão buscar tratamentos e consultas em clínicas que atendam o plano de saúde dental que contrataram.

É necessário lembrar que o cuidado certo com a saúde bucal precisa ser feito todos os dias e da melhor maneira, já que afeta o funcionamento de todo o corpo. Afinal, uma inofensiva e simples dor de dente pode se ficar bem grave em pouco tempo e impossibilitar que a pessoa consiga continuar com as atividades básicas todos os dias, como a mastigação. Como solução para esse problema, o indicado é contratar um convênio dentário. Nesse caso, podem ser escolhidas as seguintes modalidades:

  1. Convênio dentário familiar: nesse tipo, o beneficiado pode incluir filhos, esposa, marido, pai e mãe. Por outro lado, o preço final vai variar de acordo com a idade, doenças pré-existentes e estilo de vida de cada um dos dependentes. Dessa forma, é recomendável avaliar de forma cautelosa se essa modalidade apresenta um custo acessível financeiramente, analisando cuidadosamente as características dos dependentes;
  2. Convênio dentário coletivo por adesão: nessa modalidade, os beneficiados costumam ser sindicatos e associações de determinadas profissões. Por isso, a modalidade do plano leva em conta as características do grupo como um todo e não dos indivíduos;
  3. Convênio dentário empresarial: nesse caso, a contratação depende da empresa pública ou privada, cujo porte pode ser pequeno, médio ou grande. Com isso, o beneficiado não tem nenhum tipo de relação com boletos ou burocracias do plano, já que é a própria empresa ou alguma empresa terceirizada que se envolve com a responsabilidade relacionada ao plano. Em geral, esse tipo de plano se revela bastante econômico e pode ser descontado diretamente na folha de pagamento do empregado;
  4. Convênio dentário individual: esse é um dos mais utilizados atualmente, permitindo ao beneficiado realizar os procedimentos básicos e outros que existam na cobertura do convênio, de acordo com a cobertura contratada. O plano individual é recomendado para quem não deseja incluir outras pessoas e não tem um convênio da empresa. Por outro lado, esse tipo de plano costuma ser um dos mais caros.

As reais vantagens do convênio dentário

convênio dentárioPor conta de um custo mais acessível e também pela conscientização das pessoas sobre a necessidade de tratar adequadamente da saúde bucal, a contratação de um convênio dentário tem se popularizado cada vez mais com o passar do tempo.

Com a contratação de um convênio dentário, a pessoa consegue, cada vez mais frequentar o dentista e, com isso, passa a ter uma saúde bucal cada vez melhor e mais qualificada. Cada convênio tem uma cobertura específica, mas, normalmente, todos eles fornecem vantagens como o acesso a tratamentos preventivos, corretivos e custo-benefício mais interessante em relação às consultas em consultórios particulares.

Além disso, há um tempo de carência menor em relação aos planos de saúde de maneira geral, cobertura em todo o território nacional, urgência e emergência disponíveis 24h e equipes super capacitadas e também especializadas.

Convênio dentário e a cobertura mínima

A cobertura de cada convênio dentário pode mudar de acordo com a modalidade que foi optada pelo cliente. Porém, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) pede por uma lista mínima de procedimentos com os quais todos os convênios precisam disponibilizar aos seus clientes, incluindo os seguintes itens:

  1. Procedimentos de nível baixo: consulta inicial para avaliação, aplicação de flúor, remoção de tártaro, profilaxia (limpeza), restauração e tratamento de cáries;
  2. Radiografias: radiografia oclusal (serve para acompanhar o nascimento e crescimento do dente), radiografia periapical (exame de coroas, raízes e ossos dos dentes) e radiografia bite-wing (serve para analisar o alinhamento entre as arcadas dentárias);
  3. Procedimentos de nível médio: colagem de fragmentos, curativos e suturas, periodontia (tratamento e cirurgia da gengiva);
  4. Procedimentos de nível alto: exodontia (extração dos dentes), biópsia, cirurgias de pequeno porte, endodontia (tratamento de canal).

Você sabe o que é cárie?

Como a boca é uma região bem escura e úmida, ela acaba se tornando propícia para desenvolver, acumular e proliferar bactérias com maior facilidade. Por isso, é preciso seguir alguns cuidados de higiene básicos com a área da boca. Isso porque, caso a higienização feita todos os dias não seja feita de forma adequada, há a possibilidade de contrair uma cárie.

Os dentes que contam com lesões superficiais aparentes ou cavidades mais profundas, conhecidas também como "furos", normalmente demonstram que uma cárie foi instalada. Em tal caso, o dentista necessita tratar a cárie, que pode ser por conta de uma simples obturação ou aplicação de flúor nas situações mais simples e o tratamento de canal nos casos mais severos.

A cárie surge a partir da proliferação de bactérias dentro da boca, ocasionando dessa forma as placas bacterianas. Se elas não forem tratadas, podem se desenvolver e se calcificar, gerando os tártaros. Por isso, é fundamental cuidar da maneira adequada da saúde bucal para evitar que sejam desenvolvidas doenças em tal região.

Cárie nas crianças

É necessário destacar também que a cárie é uma doença bucal bem comum, atingindo por volta de dois milhões de pessoas todos os anos. Por causa disso, ao longo de toda uma vida, certamente o indivíduo terá esse problema ao menos uma vez. Para diagnosticá-lo e tratá-lo com economia e eficiência, o recomendado é contratar um convênio dentário que seja de qualidade, para que assim o cliente tenha acesso a vários procedimentos na área da odontologia para tratar esse problema.

É necessário lembrar também que, até mesmo na infância, é possível ter cárie. Os dentes de leite, também chamados de dentes decíduos, surgem por volta dos seis meses de vida do bebê. Assim que ocorre a erupção, torna-se possível que seja desenvolvida a cárie infantil, então é preciso estar atento para os modos de prevenção desse problema bucal no decorrer da infância.

Algumas pessoas acreditam que não é preciso tratar a cárie infantil, já que os dentes de leite não são permanentes e portanto, não ficarão na arcada dentária para sempre. Entretanto, revela-se importante destacar que, se o problema não for tratado, as bactérias podem chegar no canal do dente, contaminando o germe do dente permanente e causando uma lesão no local.

Com isso, o dente permanente pode sofrer a erupção já com manchas ou então má formação. Fora isso, caso a cárie infantil não for cuidada e não receber o tratamento certo, ela vai se espalhar até que o canal seja tratado ou, em último caso, o dente seja extraído. Essa é a última opção feita pelos dentistas, usada para conter a infecção e impedir que ela se alastre por toda a região bucal.

Aparecimento da cárie e suas causas

Antes de dar início ao tratamento da cárie, é necessário descobrir as razões pelas quais ela apareceu no dente. Em tal contexto, as causas são variadas, então apenas o dentista e o paciente podem descobrir, em conjunto, o principal motivo do problema. De modo geral, as causas mais comuns são:

  1. Negligência da visita ao dentista: especialistas acreditam que os pacientes devem visitar um consultório odontológico por, no mínimo, duas vezes ao ano. Até porque, o profissional consegue fazer o check-up e a profilaxia (limpeza nos dentes), já que possui aparelhos necessários para eliminar as placas bacterianas que não são removidas somente com a higienização diária do paciente;
  2. Incorreta higienização bucal: os dentistas indicam que os pacientes escovem os dentes, pelo menos, três vezes ao dia, fazendo uso também o fio dental após as refeições. Já o enxaguante bucal deve ser usado principalmente à noite, momento em que existe a baixa produção salivar, por isso, existe maior propensão para a proliferação de bactérias na região bucal;
  3. Consumo em excesso de alimentos açucarados ou com muito carboidrato: comidas com muita quantidade de açúcar favorecem o aparecimento da cárie no dente e, se não forem eliminadas, formarão as cáries;
  4. Alteração imunológica: é possível desenvolver alguma alteração imunológica que provoca a redução da produção de saliva, então o dente passa a ficar desprotegido.

Convênio dentário e o tratamento da cárie

convênio dentárioQuando ela se instala no dente, não é possível tirar a cárie apenas com uma escovação eficiente ou algum método feito em casa. Com isso, o indivíduo necessita ir ao consultório odontológico removê-la a partir, por exemplo, da obturação. Nesse caso, o dentista do convênio dentário remove a parte do dente danificada pela cárie e consegue preenchê-la com materiais comumente feitos de resina, porcelana e liga de prata ou ouro. É bem comum que seja usada a porcelana ou a resina composta para os dentes da frente e as ligas de prata, ou ouro para os dentes de trás. Outra alternativa é fazer a aplicação de flúor na área onde aconteceu a desmineralização (perda de minerais).

Já nos casos que são considerados mais graves, em que a cárie dentaria chegou na raiz do dente, contaminando a dentina e atingindo o canal, o dentista precisa fazer a endodontia (tratamento de canal). Em tal operação, o profissional inicialmente abre no dente um buraco, por meio de uma broca, e insere limas (pequenas agulhas) para alcançar a raiz do dente.

Após tal etapa, ele tira a polpa contaminada, preenche o canal com um cimento odontológico e fecha o buraco no dente com uma coroa. Com isso, é possível analisar que tratar a cárie em estágio mais avançado demanda um procedimento bem mais delicado e complexo, porém, proporciona a recuperação ideal da saúde bucal do paciente.

Dessa maneira, como os procedimentos feitos em consultórios odontológicos nem sempre são acessíveis, é recomendável contratar um convênio dentário de qualidade. Atualmente, há diversas opções em conta que fornecem ampla cobertura para que seja possível tratar de forma adequada da região bucal.

Os problemas que o tártaro causa na boca

É bem comum que apareçam alguns problemas e doenças na região bucal no decorrer da vida de uma pessoa, como o tártaro, que é caracterizado como uma placa bacteriana amarelada que se calcificou, encontrando-se numa área específica sobre os dentes e parte das gengivas.

Caso não seja tratado, o tártaro pode desenvolver a gengivite (inflamação da gengiva), que é a primeira fase de manifestação inflamatória de tal placa calcificada. Além disso, caso a gengivite também não seja cuidada com um dentista, a pessoa pode desenvolver a periodontite, que é uma inflamação ainda mais severa da gengiva, correndo o risco de ocasionar em enfraquecimento ou perda do dente.

Enquanto isso, existem pessoas que acreditam que o tártaro prejudica somente quando se fala da estética do sorriso, então não se preocupam em retirar o tártaro no consultório pelo convênio dentário. Mas é necessário destacar que esse é um problema odontológico sério que necessita de rápido tratamento, já que ele pode originar outros prejuízos para a saúde bucal, como:

  • Retração gengival;
  • Sensação de gosto ruim na boca;
  • Cáries;
  • Mau hálito;
  • Perda óssea;
  • Doenças periodontais (gengivite e periodontite).

O convênio dentário e o tratamento do tártaro

A retirada do tártaro só ocorre quando o paciente marca uma consulta com o dentista pelo convênio dentário para que o dentista possa ajudá-lo. Para fazer o procedimento, o profissional faz uma raspagem das placas bacterianas calcificadas por meio da limpeza profunda.

Nesse contexto, o profissional consegue retirar também a placa bacteriana que se encontra acumulada, que é uma película bacteriana invisível originada nos dentes e nas margens da gengiva. No entanto, é preciso destacar que nem sempre é possível tirar o tártaro dentário na primeira raspagem, então é preciso agendar outra consulta com esse dentista para removê-lo.

De tal maneira, o cuidado com a saúde bucal pode ser caro nos consultórios particulares, então o recomendado é que um convênio dentário seja contratado. Assim, é possível cuidar não apenas o tártaro dentário como também outros problemas e doenças bucais. Com isso, o plano une economia, conforto e praticidade para a pessoa que deseja contratá-lo.

Gengiva escura e as principais causas de seu aparecimento

A qualidade da saúde bucal pode depender de alguns componentes, como os dentes e as gengivas. No último caso, caso não for higienizada de forma correta, essa área pode desenvolver alguns problemas ou doenças bucais, mas é bom lembrar que gengiva escura não é uma delas. Ainda que seja confundida com um problema de saúde, a gengiva escura não interfere na saúde bucal do paciente.

Acredita-se que cerca de 70% das pessoas que procuram por um consultório odontológico contam com uma doença bucal que está relacionada à gengiva, como a gengivite e a periodontite. Caso ambas não forem cuidadas, o paciente pode ter o enfraquecimento dos dentes, que é capaz de causar a perda parcial ou total dos dentes.

O surgimento da gengiva preta está ligado a diferentes fatores. Para saber de forma exata a causa, é necessário marcar uma consulta com um dentista pelo convênio dentário, para que assim ele faça uma avaliação geral, diagnóstico e possível tratamento para a situação. Na grande maioria das vezes, a gengiva escura está relacionada às seguintes causas:

  • Uso do medicamento antimalárico, que evita ou cura a malária;
  • Hábitos como ingestão de alguns alimentos, consumo de cigarro e goma de mascar;
  • Implantação acidental de amálgama, que é voltada para as restaurações dentárias, cuja utilização está em desuso atualmente;
  • Uso do medicamento ciclofosfamida, utilizado no tratamento do câncer;
  • Trauma dental, como a queda;
  • Hábitos como ingestão de alguns alimentos, consumo de cigarro e goma de mascar;
  • Infecção, como a gengivite (inflamação da gengiva) e periodontite (inflamação severa da gengiva);
  • Melanoma, caracterizado como um tumor raro que afeta a cavidade oral, representando somente 0,5% das ocorrências de tumores malignos da região bucal.

A gengiva escura e o tratamento pelo convênio dentário

Alguns especialistas acreditam que a produção excessiva de melanina devido aos melanócitos (produtores do pigmento melanina) podem ocasionar as manchas escuras e irregulares. Tais manchas são mais comuns em pessoas asiáticas ou negras, afetando apenas na estética e não na saúde delas. Para quem se incomoda com a gengiva escura, existem alguns tratamentos disponíveis pelo convênio dentário que podem ser feitos.

Na situação da pigmentação causada pela melanina, o paciente pode fazer um peeling de gengiva, que promove um clareamento das manchas. O dentista faz uma raspagem na camada mais superficial da gengiva, já que a melanina se encontra presente nas células epiteliais existentes nas camadas superficiais gengivais.

Existem pessoas que conseguem resultados muito satisfatórios depois das primeiras sessões. Aliás, a necessidade de repigmentação é mostrada pelo dentista do convênio dentário, que avalia a situação do paciente e pode repetir o processo a longo prazo até conseguir o resultado final esperado.

Ainda assim, caso a gengiva escura seja um problema para o paciente, é preciso marcar uma consulta com um profissional que seja qualificado, para que assim ele faça o tratamento de forma adequada. Em tal caso, o recomendado é um dentista especializado em periodontia (tratamento de gengiva), que pode ser facilmente achado pelo convênio dentário, já que ele é o mais qualificado na área. Afinal de contas, o paciente pode estar com uma inflamação gengival, necessitando assim realizar uma limpeza total na área, removendo placas bacterianas e tártaros, a fim de devolver a saúde bucal de qualidade ao paciente.

Os tipos de clareamento dental que são disponíveis pelo convênio dentário

convênio dentárioA conquista de um sorriso cada vez mais branco pode ser um verdadeiro mistério na vida de diversas pessoas que desejam alcançar tal objetivo. Isso porque, os dentes manchados ou amarelados são características comuns em algumas pessoas, em que apenas a realização da higienização certa feita todos os dias e a visita ao dentista duas vezes ao ano não soluciona o caso. Para corrigir tal questão, é necessário conhecer o clareamento dental.

Existem certos hábitos realizados todos os dias, como o contínuo consumo de determinados alimentos, tabacos e medicamentos, que afetam a cor branca natural dos dentes. Por outro lado, existem pessoas que possuem dentes amarelos de nascença. Sendo assim, dentes que não são brancos nem sempre indicam uma falta de cuidado com a saúde bucal.

Por mais que o clareamento dental pelo convênio dentário seja bem interessante e apresente um resultado bem bacana, existem alguns grupos de risco que não podem fazer esse procedimento, como as gestantes ou lactantes, as pessoas com problemas periodontais, as pessoas que fizeram restaurações bem extensas, as pessoas com hipersensibilidade nos dentes e as pessoas que tomam tetraciclina.

Ao longo dos últimos anos, o clareamento ficou bem popular, tanto pelo preço mais acessível quanto pelo resultado satisfatório que fornece aos clientes. Nesse contexto, como a procura aumentou, as opções de clareamento também se ampliaram. Nos dias de hoje, os pacientes têm a opção de fazer o procedimento tanto em casa quanto no consultório odontológico pelo convênio dentário, em que ambos são capazes de fornecer o resultado esperado.

Clareamento caseiro pode ser realizado somente com a recomendação de um dentista

Na busca por realizar o clareamento dental pelo convênio dentário, o paciente pode optar pelo clareamento caseiro, laser e farmácia. No caso do clareamento feito em casa, o dentista analisa o melhor tipo de clareamento de acordo com a cor dos dentes do paciente e faz um molde da arcada dental para criar a moldeira que será usada para clarear. O profissional também recomenda ao paciente a melhor maneira e frequência do uso da moldeira.

Já o clareamento dental a laser é feito no consultório do dentista com luz pulsada. A quantidade de sessão pode variar de paciente para paciente, mas geralmente em até três sessões o paciente consegue o resultado esperado. Enquanto isso, no clareamento de farmácia, é possível obter produtos que podem ser comprados na farmácia e atuam no clareamento dos dentes.

Regiões onde atendemos

  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Glicério
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque
  • Brasilândia
  • Cachoeirinha
  • Casa Verde
  • Imirim
  • Jaçanã
  • Jardim São Paulo
  • Lauzane Paulista
  • Mandaqui
  • Santana
  • Tremembé
  • Tucuruvi
  • Vila Guilherme
  • Vila Gustavo
  • Vila Maria
  • Vila Medeiros
  • Água Branca
  • Bairro do Limão
  • Barra Funda
  • Alto da Lapa
  • Alto de Pinheiros
  • Butantã
  • Freguesia do Ó
  • Jaguaré
  • Jaraguá
  • Jardim Bonfiglioli
  • Lapa
  • Pacaembú
  • Perdizes
  • Perús
  • Pinheiros
  • Pirituba
  • Raposo Tavares
  • Rio Pequeno
  • São Domingos
  • Sumaré
  • Vila Leopoldina
  • Vila Sonia
  • Aeroporto
  • Água Funda
  • Brooklin
  • Campo Belo
  • Campo Grande
  • Campo Limpo
  • Capão Redondo
  • Cidade Ademar
  • Cidade Dutra
  • Cidade Jardim
  • Grajaú
  • Ibirapuera
  • Interlagos
  • Ipiranga
  • Itaim Bibi
  • Jabaquara
  • Jardim Ângela
  • Jardim América
  • Jardim Europa
  • Jardim Paulista
  • Jardim Paulistano
  • Jardim São Luiz
  • Jardins
  • Jockey Club
  • M'Boi Mirim
  • Moema
  • Morumbi
  • Parelheiros
  • Pedreira
  • Sacomã
  • Santo Amaro
  • Saúde
  • Socorro
  • Vila Andrade
  • Vila Mariana
  • Água Rasa
  • Anália Franco
  • Aricanduva
  • Artur Alvim
  • Belém
  • Cidade Patriarca
  • Cidade Tiradentes
  • Engenheiro Goulart
  • Ermelino Matarazzo
  • Guianazes
  • Itaim Paulista
  • Itaquera
  • Jardim Iguatemi
  • José Bonifácio
  • Moóca
  • Parque do Carmo
  • Parque São Lucas
  • Parque São Rafael
  • Penha
  • Ponte Rasa
  • São Mateus
  • São Miguel Paulista
  • Sapopemba
  • Tatuapé
  • Vila Carrão
  • Vila Curuçá
  • Vila Esperança
  • Vila Formosa
  • Vila Matilde
  • Vila Prudente
  • São Caetano do sul
  • São Bernardo do Campo
  • Santo André
  • Diadema
  • Guarulhos
  • Suzano
  • Ribeirão Pires
  • Mauá
  • Embu
  • Embu Guaçú
  • Embu das Artes
  • Itapecerica da Serra
  • Osasco
  • Barueri
  • Jandira
  • Cotia
  • Itapevi
  • Santana de Parnaíba
  • Caierias
  • Franco da Rocha
  • Taboão da Serra
  • Cajamar
  • Arujá
  • Alphaville
  • Mairiporã
  • ABC
  • ABCD
  • Bertioga
  • Cananéia
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilha Comprida
  • Iguape
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe

Estados onde atendemos

  • Rio de Janeiro
  • São Gonçalo
  • Duque de Caxias
  • Nova Iguaçu
  • Niterói
  • Belford Roxo
  • São João de Meriti
  • Campos dos Goytacazes
  • Petrópolis
  • Volta Redonda
  • Magé
  • Itaboraí
  • Mesquita
  • Nova Friburgo
  • Barra Mansa
  • Macaé
  • Cabo Frio
  • Nilópolis
  • Teresópolis
  • Resende
  • Belo Horizonte
  • Uberlândia
  • Contagem
  • Juiz de Fora
  • Betim
  • Montes Claros
  • Ribeirão das Neves
  • Uberaba
  • Governador Valadares
  • Ipatinga
  • Santa Luzia
  • Sete Lagoas
  • Divinópolis
  • Ibirité
  • Poços de Caldas
  • Patos de Minas
  • Teófilo Otoni
  • Sabará
  • Pouso Alegre
  • Barbacena
  • Varginha
  • Conselheiro Lafeiete
  • Araguari
  • Itabira
  • Passos
  • Serra
  • Vila Velha
  • Cariacica
  • Vitória
  • Cachoeiro de Itapemirim
  • Linhares
  • São Mateus
  • Colatina
  • Guarapari
  • Aracruz
  • Viana
  • Nova Venécia
  • Barra de São Francisco
  • Santa Maria de Jetibá
  • Castelo
  • Marataízes
  • São Gabriel da Palha
  • Domingos Martins
  • Itapemirim
  • Afonso Cláudio
  • Alegre
  • Baixo Guandu
  • Conceição da Barra
  • Guaçuí
  • Iúna
  • Jaguaré
  • Mimoso do Sul
  • Sooretama
  • Anchieta
  • Pinheiros
  • Pedro Canário
  • Bertioga
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe
  • São José dos campos
  • Campinas
  • Jundiaí
  • Sorocaba
  • Indaiatuba
  • São José do Rio Preto
  • Itatiba
  • Amparo
  • Barueri
  • Ribeirão Preto
  • Marília
  • Louveira
  • Paulínia
  • Bauru
  • Valinhos
  • Bragança Paulista
  • Araraquara
  • Americana
  • Atibaia
  • Taubaté
  • Araras
  • São Carlos
  • Itupeva
  • Mendonça
  • Itu
  • Vinhedo
  • Marapoama
  • Votuporanga
  • Hortolândia
  • Araçatuba
  • Jaboticabal
  • Sertãozinho
  • Curitiba
  • Londrina
  • Maringá
  • Ponta Grossa
  • Cascavel
  • São José dos Pinhais
  • Foz do Iguaçu
  • Colombo
  • Guarapuava
  • Paranaguá
  • Araucária
  • Toledo
  • Apucarana
  • Pinhais
  • Campo Largo
  • Almirante Tamandaré
  • Umuarama
  • Paranavaí
  • Piraquara
  • Cambé
  • Sarandi
  • Fazenda Rio Grande
  • Paranavaí
  • Francisco Beltrão
  • Pato Branco
  • Cianorte
  • Telêmaco Borba
  • Castro
  • Rolândia
  • Joinville
  • Florianópolis
  • Blumenau
  • Itajaí
  • São José
  • Chapecó
  • Criciúma
  • Jaraguá do sul
  • Lages
  • Palhoça
  • Balneário Camboriú
  • Brusque
  • Tubarão
  • São Bento do Sul
  • Caçador
  • Concórdia
  • Camboriú
  • Navegantes
  • Rio do Sul
  • Araranguá
  • Gaspar
  • Biguaçu
  • Indaial
  • Mafra
  • Canoinhas
  • Itapema
  • Porto Alegre
  • Caxias do Sul
  • Pelotas
  • Canoas
  • Santa Maria
  • Gravataí
  • Viamão
  • Novo Hamburgo
  • São Leopoldo
  • Rio Grande
  • Alvorada
  • Passo Fundo
  • Sapucaia do Sul
  • Uruguaiana
  • Santa Cruz do Sul
  • Cachoeirinha
  • Bagé
  • Bento Gonçalves
  • Erechim
  • Guaíba
  • Cachoeira do Sul
  • Santana do Livramento
  • Esteio
  • Ijuí
  • Alegrete
  • Recife
  • Jaboatão dos Guararapes
  • Olinda
  • Caruaru
  • Petrolina
  • Paulista
  • Cabo de Santo Agostinho
  • Camaragibe
  • Garanhuns
  • Vitória de Santo Antão
  • Igarassu
  • São Lourenço da Mata
  • Abreu e Lima
  • Santa Cruz do Capibaribe
  • Ipojuca
  • Serra Talhada
  • Araripina
  • Gravatá
  • Carpina
  • Goiana
  • Belo Jardim
  • Arcoverde
  • Ouricuri
  • Escada
  • Pesqueira
  • Surubim
  • Palmares
  • Bezerros
  • Salvador
  • Feira de Santana
  • Vitória da Conquista
  • Camaçari
  • Itabuna
  • Juazeiro
  • Lauro de Freitas
  • Ilhéus
  • Jequié
  • Teixeira de Freitas
  • Alagoinhas
  • Barreiras
  • Porto Seguro
  • Simões Filho
  • Paulo Afonso
  • Eunápolis
  • Santo Antônio de Jesus
  • Valença
  • Candeias
  • Guanambi
  • Jacobina
  • Serrinha
  • Senhor do Bonfim
  • Dias d'Ávila
  • Luís Eduardo Magalhães
  • Itapetinga
  • Irecê
  • Campo Formoso
  • Casa Nova
  • Brumado
  • Bom Jesus da Lapa
  • Conceição do Coité
  • Itamaraju
  • Itaberaba
  • Cruz das Almas
  • Ipirá
  • Santo Amaro
  • Euclides da Cunha
  • Fortaleza
  • caucacia
  • Juazeiro do Norte
  • Maracanaú
  • Sobral
  • Crato
  • Itapipoca
  • Maranguape
  • Iguatu
  • Quixadá
  • Canindé
  • Pacajus
  • Crateús
  • Aquiraz
  • Pacatuba
  • Quixeramobim
  • São Luís
  • Imperatriz
  • São José de Ribamar
  • Timon
  • Caxias
  • Codó
  • Paço do Lumiar
  • Açailândia
  • Bacabal
  • Balsas
  • Barra do Corda
  • Teresina
  • São Raimundo Nonato
  • Parnaíba
  • Picos
  • Uruçuí
  • Floriano
  • Piripiri
  • Campo Maior
  • Goiânia
  • Aparecida de Goiânia
  • Anápolis
  • Rio Verde
  • Luziânia
  • Águas Lindas de Goiás
  • Valparaíso de Goiás
  • Trindade
  • Formosa
  • Novo Gama
  • Itumbiara
  • Senador Canedo
  • Catalão
  • Jataí
  • Planaltina
  • Caldas Novas
  • Campo Grande
  • Dourados
  • Três Lagoas
  • Corumbá
  • Ponta Porã
  • Cuiabá
  • Várzea Grande
  • Rondonópolis
  • Sinop
  • Tangará da Serra
  • Cáceres
  • Sorriso
  • Manaus
  • Parintins
  • Itacoatiara
  • Manacapuru
  • Coari
  • Centro Amazonense
  • Belém
  • Ananindeua
  • Santarém
  • Marabá
  • Castanhal
  • Parauapebas
  • Itaituba
  • Cametá
  • Bragança
  • Abaetetuba
  • Bragança
  • Marituba